Origem

Vista Geral
Vista geral da Aldeia

Por qualquer razão desconhecida, ou talvez por um mero jogo de palavras da língua portuguesa, por ironia da palavra vem ditar o nome de Pena à pequena localidade. Localidade que remonta ao período do neolítico ou de bronze, com testemunhos de vestígios arqueológicos da zona.

Contudo só mais tarde, no século XVI, nomeadamente em 1527, é que Pena deu sinais de existência quando entrou para o cadastro da população do reino, nos termos da vila de Góis, contando apenas cinco habitantes.

Aldeia de Xisto

Uma das quatro aldeias de xisto do Concelho de Góis, eleva-se num encarpado a partir de uma das margens da ribeira com o mesmo nome, abrigando-se junto aos penedos de Góis.

Uma localização que nos conduz a um verdadeiro recuar do tempo, perdendo-se no tempo e na natureza, com o encantamento da pequena ribeira que a seus pés passa.

Pena, publicado em por