Porta de Baixo, entrada do que resta da Fortaleza
Torre do que resta da Fortaleza
Torre do que resta da Fortaleza

Uma torre que é de menagem e uma entrada, é o que resta de uma fortaleza que aqui existiu.

Sem qualquer referência do seu início, apenas que é dos primeiros anos da Monarquia Portuguesa. D. Dinis tornou válida essa referência ao isentar os habitantes de Segura do pagamento de impostos, na condição de construírem um castelo. Duas décadas depois o castelo e a vila e os seus domínios foram doados à Ordem de Cristo.

Sob o reinado de D. Fernando, este doou a vila e os domínios desta e o castelo ao Frei Nuno Martins, que iniciou uma edificação de uma barbacã, defesa que se articulava com fosso. As suas muralhas eram reforçadas pelo menos por seis torres.

Uma Torre de Menagem erguia-se, adossada ao perímetro interno das muralhas, hoje desaparecidas.

De estilo gótico, pode ser identificada a sua configuração medieval de planta oval.

Este monumento está classificada como Imóvel de Interesse Público.

Coordenadas GPS: N 39 49.588' W 006 58.791'  (39.82647, -6.97985)

Temas / Tags

Segura, publicado em por