Paço dos Távoras

Situado na parte alta da cidade, este monumental edifício é o ex-libris da cidade. O Paço, pertencente à Família Távora, vem traduzir o prestígio e poder que esta família gozava em todos os campos da sociedade, tanto na cidade como em toda a região. Todos estes privilégios foram concedidos pelos monarcas de então.

Este magnífico paço está indicado como sendo do séc. XVIII, mas a residência, muito mais antiga e pertencente a uma torre medieval adaptada, veio a ser destruída numa tentativa de o edifício ser mais consentâneo com as necessidades da família. Sobre este edifício, as informações são praticamente nulas, somente um documento da instituição do morgado de 1536, mostrando que nesse ano a casa já existia.

Luís de Távora, em 1709, teve a iniciativa de fazer uma grande intervenção na fachada do edifício, e contratou mestres canteiros residentes em Mirandela para acelerar os trabalhos, que tiveram o seu término em 1711.

A fachada é composta por três panos de três registos, sendo os dois laterais iguais e com dois pisos, e o central em formato de torre, formando três pisos. O primeiro piso é composto por três portas, uma em cada pano, que correspondem à janela central do segundo piso. Estas são formadas por frontões semicirculares e de enrolamentos, sendo os corpos laterais rematados por aletas a enquadrar um rosetão central e pináculos de estrias sobre as pilastras de cunhais.

No terceiro piso, respeitante à parte central mais elevada, apresenta janelas de molduras decoradas e o remate central é constituído por aletas e por uma cartela onde se situava o brasão de armas dos Távoras.

A imponência deste edifício acabou por cair em desgraça na segunda metade do século XVIII, mais concretamente em 1758, juntamente com a Família Távora que foi acusada de tentativa de regicídio, tendo o brasão da família sido picado. Foi adquirido pela Câmara Municipal em 1890, que ali está instalada desde 1912.

Este Imóvel está classificado de Interesse Público.

Coordenadas GPS: N 41 29.122' W 007 10.918'  (41.48537, -7.18197)

Temas / Tags

Mirandela, publicado em por