Esta torre medieval de Penegate, criada com fim exclusivamente militar, serviu para a defesa de Mem Rodrigues de Vasconcelos, companheiro de armas de D. Dinis, de quem na altura ocupava o cargo de meirinho-mor.

História

Torre de Penegate
Torre de Penegate

Esta torre medieval de Penegate do século XIV teve a sua origem exclusivamente para uso militar. Foi criada para a defesa de Mem Rodrigues de Vasconcelos, companheiro de armas de D. Dinis, de quem na altura ocupava o cargo de meirinho-mor.

Foi construída na região entre o rio Homem e o rio Cávado, onde se tornava difícil a imposição real, por causa da ação contestatária de Pedro Anes de Vasconcelos, tio do Mem Rodrigues de Vasconcelos, à autoridade real.

Esta Torre de Penegate vê-se envolta na existência de uma possível torre românica ou proto-românica anterior. Teve a sua primeira referência do topónimo em 1604 em substituição de uma outra designação de Penela, estando o nome de Penegate associado a um afloramento granítico de difícil acesso (Pena).

Na verdade da existência anterior dessa possível torre românica, a iniciativa foi atribuída a D. Egas de Pais de Penegate, valido do Conde D. Henrique, mas de que, atualmente, não restam quaisquer vestígios aparentes.

Descrição

Torre de Penegate
Torre de Penegate

Assente num afloramento de difícil acesso, a torre de planta quadrangular é formada por três pisos. A entrada orientada a nascente posiciona-se a poucos metros acima do solo, com a abertura em moldura apontada, sendo feito o acesso através de uma escada amovível da qual só restam os apoios.

Em 1907, a torre passou para a posse da família dos atuais proprietários, efetuando diversas campanhas de obras nas décadas posteriores, sendo edificado um segundo corpo para residência.

Classificação

Só em 2013 é que a Torre de Penegate entrou na classificação de Imóvel de Interesse Público.

Localização

Coordenadas GPS: N 41 39.533' W 008 29.497'  (41.65888, -8.49162)

Temas / Tags

Carreiras, publicado em por