É impossível não se fazer referência a esta albufeira por ser um verdadeiro oásis da natureza que a barragem proporciona, situada entre as serras Amarela e do Gerês, entre o vale do Ribeiro das Furnas.

A Aldeia e a Barragem

Albufeira da Barragem de Vilarinho das Furnas
Albufeira da Barragem

Por esta magnitude da natureza, que a barragem toma o nome da aldeia, que se enfaixa no vale acima mencionado, o casario, as ramadas de vinha a deslizar pelo terreno granítico, até chegar a terrenos que possibilitem o cultivo do milho, batata e feijão, e também zonas que possibilitam a pastagem do gado.

Uma aldeia perdida no tempo que remonta a uma antiguidade totalmente desconhecida, havendo a possibilidade de ser anterior a 1220, ano em que S. João do Campo foi referenciada nas inquirições de D. Afonso II.

Uma aldeia que acabou por ficar conhecida com a sua submersão pela albufeira, e que até 1971 teve nas suas gentes uma organização comunitária perfeita, relevando para uma superioridade na economia local, pastoril e agrícola.

Barragem de Vilarinho das Furnas
Jusante da Barragem
Barragem de Vilarinho das Furnas
Montante da Barragem

Quem for à barragem tem a possibilidade de ir o mais perto possível à aldeia mediante uma contribuição, sendo esta aproximação feita num dos lados da barragem. Mas se estiver interessado em ver verdadeiramente a aldeia em ruínas, poderá fazê-lo quando a barragem estiver vazia para limpeza ou nos períodos de seca, em que o nível da água desce e põe à vista o que resta da aldeia.

(Primeira foto de Pedro Castro, restantes de Fernando Dias)

Localização

A Barragem está situada na estrada N307, pouco mais de 1 quilómetro a noroeste de Campo do Gerês.

Coordenadas GPS: N 41 45.716' W 008 12.516'  (41.76193, -8.20860)

Temas / Tags

Campo do Gerês, publicado em por