Desta singular personagem, que marcou um período da nossa história, pouco se sabe. Somente o nome Maria e da Fonte porque, sendo ela da freguesia de Fonte Arcada, ficou a ser conhecida como MARIA DA FONTE.

Maria da Fonte
Por Acscosta, CC BY-
SA 3.0
, Estátua de
Maria da Fonte,
em Lisboa

- Para além do nome também ficou marcada como a revolução do Minho. Tudo isto aconteceu decorria o ano de 1846, quando uma simples mulher do campo se opôs a uma lei decretada pelo governo Costa Cabral que proíbia os enterros nas Capelas ou Igrejas.

- Insurgindo-se contra esta lei, a revolução de Maio de 1846, assim chamada, tomou proporções tais que abrangeu toda a região do Minho. A Rainha D. Maria II, assustada com esta manisfestação, resolve demitir Costa Cabral e chamar Mouzinho de Albuquerque e o Duque de Palmela, numa tentativa de acalmar os ânimos. Pelo contrário, deu-se um golpe de Estado a 6 de Outubro de 1846 formando um governo presidido por Marechal Saldanha.

- A Junta do Porto, sendo informada desta decisão e não estando de acordo, apesar de legislar em nome da Rainha e manifestações de dedicação, a Junta do Porto tomou a iniciativa de uma contra-revolução. Na época, as políticas eram bastantes frageis, facilitando a queda com frequência dos sucessivos governos.

- Por isso a revolução populista da Maria da Fonte foi considerado dos episódios mais importantes na história política do séc. passado, surgindo assim um Hino populista da Maria da Fonte, que ainda hoje prevalece.

Fonte Arcada, publicado em por