Pertencendo a uma topologia habitacional muito comum nos séculos XVII e XVIII, a Casa das Gelosias, assim também denominada, acaba por se tornar no único e raro edifício no género na cidade.

A Casa

Casa dos Crivos
Fachada da casa

Pertencendo a uma topologia habitacional muito comum nos séculos XVII e XVIII, a Casa das Gelosias, assim também denominada, acaba por se tornar no único e raro edifício no género na cidade.

A abertura das janelas era muito usada naquela época para comungar com o testemunho de uma religiosidade conservadora da época na cidade, obrigando por isso aos residentes a um recato absoluto.

Descrição

Situada na rua de São Marcos, a Casa dos Crivos desenvolve-se num plano retangular simples, com o destaque para a verticalidade para um aproveitamento da reduzida área a que o edifício se insere.

A fachada é diferenciada nos três registos correspondentes a três pisos, sendo o primeiro e térreo para o comércio e os restantes para habitação. É neste dois pisos que a fachada do edifício se torna no elemento mais emblemático.

O Museu

Em 1980 a Câmara Municipal comprou o dito imóvel, iniciando obras de recuperação e transformação do interior para albergar um espaço museológico. Em 1984 foi inaugurado no espaço da Casa das Gelosias o Museu de História da Imagem de Braga. Contém salas de exposições temporárias e um pequeno auditório.

Classificação

Este Imóvel está classificado como Interesse Público.

Localização

Coordenadas GPS: N 41 33.029' W 008 25.410'  (41.55048, -8.42350)

Referências

Temas / Tags

Braga, publicado em por