A Igreja de Santa Maria, como tantas outras do Alentejo e Algarve, foi edificada sobre uma antiga mesquita árabe. Esta surgiu em simultâneo com a reconstrução dionisina do castelo, nos finais do século XIII.

Situação da Igreja

Igreja de Santa Maria

A Igreja de Santa Maria, como tantas outras do Alentejo e Algarve, foi edificada sobre uma antiga mesquita árabe. Esta surgiu em simultâneo com a reconstrução dionisina do castelo, nos finais do século XIII.

Situa-se no largo com o mesmo nome, no qual os restantes edifícios foram erguidos a partir de construções islâmicas. Estes foram defendidos por uma forte muralha que envolvia as torres de Menagem e do Relógio.

Fachada

A fachada maneirista é rasgada pelo portal em verga reta ladeado com contrafortes truncados que enquadram o portal que é encimado por um frontão triangular.

Os restantes rasgos são formados por três janelas, com as duas laterais iguais em formato vertical e a central de maiores dimensões mas em horizontal. Todas em verga reta. A rematar, um frontão curvo interrompido. À direita do templo está a torre sineira quadrangular com duas sineiras de cada lado.

Interior

A igreja apresenta uma planta retangular formada por três naves e capela-mor.

As paredes divisórias das três naves mostram-se em arcos ogivais assentes em grossas colunas. Estas são encimados por capitéis decorados com motivos fantásticos e vegetalistas, típico do gótico.

Classificação

Está classificada como Imóvel de Interesse Público.

Localização

Coordenadas GPS: N 37 56.652' W 007 35.872'  (37.94420, -7.59787)

Temas / Tags

Serpa, publicado em por