Numa terra banhada por água, a ria de Aveiro a aproximar-se do centro urbano da cidade e o mar a poucos quilómetros, são motivos para que a cidade de Ovar tenha na figura de Neptuno a simbologia tão representativa para os cidadãos locais.

Origem

Fonte Neptuno
Chafariz
Fonte Neptuno
Chafariz Neptuno

Nada melhor que esta simbologia de Neptuno, o deus romano da água, esteja presente na fonte principal da localidade.

Situado num pequeno largo, face à via principal que atravessa a cidade denominada de Rua Elias Garcia, este chafariz foi o primeiro do género a abastecer a cidade de água. Foi edificado em 1877 pelo engenheiro António Ferreira de Araújo Silva.

Descrição

Fonte Neptuno
Primeira parte
Fonte Neptuno
Segunda parte

Chafariz de grandes dimensões, é rodeado de quatro pequenos muros de gradeamentos em ferro interrompidos em quatro lados por dois degraus semicirculares. Este gradeamento acompanha os quatro pequenos tanques redondos que formam a base do chafariz.

Ao centro eleva-se uma coluna que sustenta duas taças circulares sobrepostas. A primeira parte da coluna é formada em planta cilíndrica em colunas justapostas, sendo a segunda parte formada por figuras.

Fonte Neptuno
Estátua de
Neptuno

Na parte superior eleva-se um pináculo em estilo de vaso que sustenta a figura de Neptuno, deus romano do mar, que os pescadores tomaram para si como patrono.

Localização

Esta fonte situa-se no Largo Família Soares Pinto, junto da Rua Elias Garcia e da Praça da República.

Coordenadas GPS: N 40 51.564' W 008 37.468'  (40.85940, -8.62447)

Temas / Tags

Ovar, publicado em por