Numa terra marítima e consequentemente de pescadores, nada melhor do que preservar essa imagem de Ílhavo em algo que estivesse relacionado com o mar, nada menos que o navio de Santo André.

 

Navio Museu Santo André

 

Numa terra marítima e consequentemente de pescadores, nada melhor do que preservar essa imagem de Ílhavo em algo que estivesse relacionado com o mar, nada menos que o navio de Santo André. Este navio, datado de 1948 e fabricado na Holanda, representava na altura o arrastão mais moderno, com um comprimento de setenta e um metros e quarenta centímetros e com um porão que chegava às mil e duzentas toneladas de peixe.

Nos anos oitenta, e com as restrições à pesca nas águas exteriores impostas pela U.E., a frota marítima em Portugal foi reduzida chegando ao abate da maior parte desta, e no qual este navio estava incluído. Contudo o armador, juntamente com a Câmara, resolveram unir forças e fizeram deste um museu para as gerações vindouras, podendo assim mostrar como foram as pescarias de arrasto e preservando a memória de quem aqui trabalhou, e de toda a classe, durante o meio século de atividade.

Está ancorado à frente do parque da cidade, o Jardim Oudinot.

Coordenadas GPS: N 40 38.487' W 008 43.815'  (40.64145, -8.73025)

Temas / Tags

Gafanha da Nazaré, publicado em por