História

Igreja de Albergaria-a-Velha

A Igreja Matriz de Albergaria-a-Velha, que foi fundada na época medieval, estava em ruínas nos meados do século XVII, sendo reconstruída no final desse século.

A construção da atual terminou nos finais desse mesmo século, mais concretamente em 1695, tendo a sua construção demorado três anos a ser realizada.

Entretanto, em 1759 sofreu um terrível incêndio, salvando-se apenas a capela-mor e parte do seu recheio.

Fachada

Igreja Matriz
Igreja e acesso

De uma fachada simples, está delimitada por pilastras com pináculos, com a torre sineira à sua esquerda. A fachada está rasgada pelo portal principal de lintel reto, flanqueado por pilastras, em entablamento, encimada por pináculos.

Na parte central a porta é encimada por um janelão de lintel reto rematado por um frontão triangular, finalizando com uns pequenos pináculos e uma cruz ao centro.

Interior

Igreja Matriz
Nave e altar-mor
Igreja Matriz
Capela mor
Igreja Matriz
Capela lateral
Igreja Matriz
Altar lateral
Igreja Matriz
Altar lateral

De nave única, apresenta quatro retábulos de talha rocaille, dourados e policromados.

Igualmente se destaca a talha dourada rocaille no arco triunfal de volta pleno que divide da capela-mor, que apresenta um retábulo dourado do século XVII, do barroco nacional.

Igreja de Albergaria-a-Velha - Órgão de Tubos
Coro-alto e Órgão de Tubos

O coro-alto está equipado com um pequeno órgão de tubos.

Localização

A igreja está situada na zona norte da vila, na junção entre as ruas Engenheiro Duarte Pacheco e Doutor José Henriques.

Coordenadas GPS: N 40 41.591' W 008 28.869'  (40.69318, -8.48115)

Temas / Tags

Albergaria-a-Velha, publicado em por