Cruz da Barra

A Cruz da Barra também é conhecida por Cruz de São Sebastião devido ao nome da ermida onde esteve no respetivo adro durante mais de 300 anos.

O cruzeiro, em estilo manuelino, com 13,64 metros, foi esculpido num bloco de granito. Sobre o fuste assenta uma esfera e uma cruz com 138 cm de altura.

O fuste assenta sobre uma base de secção octogonal que está sobre três degraus também octogonais.

Segundo a história, mesmo tendo em conta que é pouco provável, o cruzeiro terá sido trazido em 1520 de Guimarães por António de Freitas, cujo nome está gravado na esfera. Pela tradição local, juntamente com esta cruz vieram de Portugal Continental mais outras duas cruzes, tendo ficado uma dessas duas em Tenerife e a terceira em África.

Ainda segundo a tradição, foi esta cruz que deu o nome à vila mas, se assim foi, então é anterior a 1480. Esteve no lugar da Barra desde 1520, no adro da Ermida de São Sebastião, uma ermida que existiu no local onde está agora a antiga central elétrica. A cruz foi retirada deste local em 1867 para o local atual.

(Foto por Angrense - Obra do próprio, Domínio público, Wikipedia)

Localização

Coordenadas GPS: N 39 04.982' W 027 59.964'  (39.08303, -27.99940)

Temas / Tags

Santa Cruz da Graciosa, publicado em por