Igreja de Santa Maria Madalena

Sem indicação da data de construção desta igreja, possivelmente do século XVII, uma referência em 1871 mostra uma descrição diferente da atual. Posteriormente a esta data foi feita uma remodelação da frontaria da igreja, ficando então como está atualmente. Foi também desta época o restauro do interior.

A fachada é ladeada por duas torres sineiras, sendo os três corpos, central e torres, ladeados por cunhais de basalto.

Na fachada abre-se o arco de entrada em volta perfeita formando um pequeno átrio que antecede a porta principal da igreja. Superiormente a este arco estão duas janelas ladeadas por outras duas janelas no corpo das torres. O conjunto das janelas é sobreposto por entablamento. O arco da entrada é também ladeado por janelas num primeiro registo dos corpos das torres. Todas as aberturas são em arco de volta perfeita.

As torres sineiras são compostas por três registos, os dois inferiores correspondentes às janelas referidas e os superiores correspondentes às ventanas sineiras. As torres terminam em pirâmides octogonais.

(Foto por Carlos Luis M C da Cruz - Obra do próprio, Domínio público, Wikipedia)

Interior

O interior é composto por três naves separadas por arcos de volta perfeita e capela-mor tendo adossadas sacristias em ambos os lados. Existem em cada nave lateral três retábulos de talha e na nave central vemos dois púlpitos.

O arco triunfal, que separa a nave da capela-mor, é revestido a talha dourada.

Os altares e retábulos mostram decoração do século XIX. A capela-mor, em talha barroca dos finais do século XVII, apresenta uma coleção riquíssima de azulejos relatando a vida de Santa Maria Madalena.

Localização

Coordenadas GPS: N 38 32.061' W 028 31.686'  (38.53435, -28.52810)

Temas / Tags

Madalena, publicado em por